Faça (ainda) mais sexo

Os cientistas investigam, os médicos aprovam e recomendam. Aumenta a auto-estima, diminuiu o risco de ataque cardíaco, melhora a qualidade do sono e pode ajudar a prevenir algumas doenças. Vivida de uma forma responsável, uma sexualidade feliz e regular só traz vantagens.

E quem o diz são investigadores de todo o mundo!

Um estudo da Queens University em Belfast concluíu que uma vida sexual satisfatória contribui para uma boa forma física e a investigadora e psiquiatra Belisa Vranich afirma que pessoas com uma vida sexual activa tendem a fazer mais exercício, a cuidar mais de si próprias e ter mais cuidados na alimentação.

Conheça a opinião dos estudiosos e saiba quais os benefícios de uma vida sexual em pleno:

O sexo ajuda a perder peso e melhora a forma física

Vários investigadores britânicos concluíram que a actividade sexual pode queimar até 200 calorias, se praticada três vezes por semana. Claire Bailey da Universidade de Bristol, em Inglaterra, defende que uma actividade sexual regular ajuda a mulher a manter a barriga lisa e as nádegas firmes.

Para além disso, as contracções musculares durante a relação sexual trabalham os músculos da pélvis, nádegas, coxas, pescoço e tórax, o que contribui para melhorar a postura e obter uma excelente forma física.

Melhora a qualidade do sono

Durante o orgasmo são libertadas oxitocina e endorfinas na corrente sanguínea. Estas substâncias provocam uma sensação de relaxamento e bem-estar que contribuem para uma boa noite sono.

Michael Odent, autor do livro The Scientification of Love, explica que é por isso que algumas pessoas adormecem depois de terem tido relações sexuais.

Reduz o risco de ataque cardíaco

O investigador Shah Ebrahim da Universidade de Londres sugere que nos homens existe uma relação entre os níveis de dehidroepiandrosterona (também chamada de DHEA e quimicamente similar à testosterona e ao estrogénio) libertada durante o orgasmo, e a redução do risco de ataque cardíaco e tromboses.

Alivia a dor

Durante e depois do acto sexual os níveis de oxitocina sobem em flecha. Esta substância ajuda a aliviar a dor, incluindo as dores de cabeça. Randolph W. Evans do Medicine College de Houston afirma que a actividade sexual também aumenta a produção de estrogénio que, por sua vez, ajuda a minimizar as dores pré-menstruais.

Diminui gripes e constipações

Carl Charnetski da Universidade de Wilkes, na Pensilvânia, defende que os indivíduos que praticam sexo uma a duas vezes por semana apresentam cerca de mais 30% de imuno-globulina A, fundamental para proteger o organismo de doenças infecciosas.

Previne o cancro da próstata

Alguns urologistas estabelecem uma relação entre uma baixa frequência de ejaculação e o cancro da próstata. Michael Leitzmann, da Universidade de Berlim, concluíu que os homens com uma frequência elevada de ejaculações têm um menor risco de desenvolver cancro da próstata.

Ajuda a regular o ciclo menstrual

As mulheres que têm relações sexuais pelo menos uma vez por semana têm ciclos menstruais mais regulares, afirma a investigadora Winnifred Cutler, fundadora do Athena Institute, na Pensilvânia.

Sabia que…
Investigadores britânicos defendem que ao praticar sexo três vezes por semana se consegue queimar o equivalente às calorias existentes em seis Big Macs.

in Sapo Saúde

~ por Fran em Abril 18, 2008.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: