Zona T vs QSF

Zona T 2 vs 0 QSF

Instabilidade tem sido a palavra de ordem entre as hostes do Zona T e do QSF. Capazes do melhor e do pior, ainda não atingiram a regularidade pretendida em competições de longa duração, como o campeonato Allstars. Por isso mesmo, ninguém seria capaz de apostar o resultado final, o qual acabou por beneficiar ao Zona T, ao vencer por 2 x 0!

O primeiro tempo foi praticamente todo do Zona T! Mais equipa, troca de bola e mobilidade que o QSF, fizeram parecê-lo uma equipa quase vulgar por alguns momentos! O golo inaugural surgiu por Francisco Lacerda, o qual esteve muito bem durante todo o encontro, conjugando a sua acção de forma eficaz com o gigante Pedro Ferreira, outro valor a acompanhar com atenção durante a competição e que fez uma actuação de encher o olho! Muito forte fisicamente, sabe usar o corpo sem fazer recurso à falta, não esquecendo a superior técnica que o faz um jogador acima da média! Antes do intervalo, o Zona T podia ter aumentado a vantagem e encarar a segunda metade com mais à vontade, mas João Pacheco falhou, isolado, atirando por cima!

Da parte do QSF, pouco ou nada se viu. Ricardo Carvalho lutou, por vezes, contra a corrente e a única verdadeira oportunidade que criaram, acabou por ser invalidada por fora de jogo. Porém, a seguir ao intervalo, a história já se pode contar de maneira diferente! De facto, a estamina demonstrada pelo Zona T na primeira parte, pareceu perdida durante grande parte do tempo! Apesar de ter começado com uma cabeçada muito perigosa de Pedro Ferreira, por cima da trave, coube ao QSF fazer as despesas da casa. Para começar, Nuno Arruda mostrou mais garra a defender e a subir sem medos, ajudando, por isso, o irrequieto Ricardo Carvalho, que aumentou a dose da primeira metade. Correu que se fartou, a fintar quando necessário e a jogar em equipa de igual forma, deixando a camisola em campo! Tiago Cabral também passou a movimentar-se melhor na frente e, neste contexto, a equipa começou a carburar melhor!
Durante alguns minutos conseguiu mesmo ocupar o meio campo adversário, altura em que conquistou vários livres à entrada da área que podiam bem dar em golo! No entanto, a verdade é que não aproveitou! Faltou sempre qualquer coisa, talvez o último passe a rasgar a defesa ou o remate fatal que não dá hipótese! Quando estes lances surgiram, coube a Francisco Rodrigues fazer o seu trabalho de forma exemplar, defendendo de forma segura e eficaz! Assim, o Zona T lembrou-se, afinal, do futebol que havia produzido no primeiro tempo e voltou à carga! Bem perto do final, acabou com as esperanças do QSF, quando Pedro Ferreira se isolou e, frente a frente com o guardião contrário, fintou-o, atirou e viu ainda um defesa tentar tirar a bola que, no entanto, inevitavelmente se dirigiu para a baliza!

Com esta vitória, o Zona T ataca agora a zona de subida, esperançado na perda de pontos dos adversários mais directos!

~ por Fran em Setembro 16, 2008.

Uma resposta to “Zona T vs QSF”

  1. não joguei neste… (castigado)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: