Envenenamento/Intoxicação

As intoxicações ou envenenamentos são situações em que uma vítima se pode encontrar em perigo de vida iminente, pelo que a manutenção e vigilância constante das funções vitais (ventilação e circulação) são gestos de primordial importância.

Tóxico ou veneno é toda e qualquer substância, seja qual for a sua origem (animal, vegetal ou mineral), que ao ser posta em contacto com o organismo vai provocar alterações funcionais, podendo mesmo causar a morte.

Intoxicação ou envenenamento é o conjunto das alterações atrás mencionadas.

Em função das manifestações sintomatológicas (sinais e sintomas), consideram-se as intoxicações como:

Agudas quando os sinais e sintomas se revelam num curto espaço de tempo após o contacto do tóxico com o organismo (ex.: intoxicação com medicamentos)

Crónicas quando os sinais e sintomas aparecem meses ou anos depois, por contacto prolongado com um determinado tóxico (ex.: intoxicação por óxido de chumbo nos portageiros de cabine)

Consideram-se as intoxicações em função da forma de contacto com o organismo, como:

Inalatórias (ex.: inalação de um gás tóxico existente na atmosfera)

Gastro-Intestinais (ex.: alimentos contaminados ou ingestão de medicamentos)

Cutâneas (ex.: pesticidas)

Circulatórias directas (ex.: auto-injecção com opiáceos)

Oculares (ex.: jacto de desodorizante)

Tipo de Tóxicos mais Correntes

  • Produtos industriais (ex.: cloro, amoníaco, brometos)
  • Produtos agrícolas (ex.: herbicidas, pesticidas)
  • Alimentos (ex.: conservas, mariscos, ovos)
  • Medicamentos (ex.: analgésicos, tranquilizantes, narcóticos)
  • Produtos de uso doméstico (ex.: detergentes, produtos de higiene pessoal)

Devido à gravidade destas situações é de extrema importância a sensibilização de todas as pessoas para a sua prevenção, uma vez que a maior taxa de acidentes incide nos grupos populacionais de menor idade. Assim, apresentam-se alguns exemplos da inadvertência dos adultos que podem condicionar comportamentos e situações de risco, indicando soluções alternativas:

Produtos de limpeza devem estar em armários altos e não em armários baixos

Medicamentos devem estar numa gaveta fechada e não em cima da mesa de cabeceira

Produtos agrícolas (agricultura), deve-se usar vestuário adequado e não a roupa habitual

Conservação de produtos deve ser feito em embalagens de origem e não em diferentes recipientes

Sinais e Sintomas

O universo de produtos tóxicos provoca sintomatologias muito diversas. Assim, é fundamental não só o exame geral da vítima como também uma atenta observação dos diversos cenários que se podem encontrar junto desta, tais como:

  • Odor pouco habitual na atmosfera
  • Seringa ou caixa de medicamentos vazia
  • Grupo de pessoas com sintomas idênticos após refeição

Primeiro Socorro

Não há antídoto específico para todos os tóxicos. Assim, é necessário proceder à correcta identificação do tóxico através de embalagens vazias, equipamento utilizado ou mesmo vómito, os quais devem ser recolhidos, sempre que possível, para entrega no hospital. A actuação no local é sempre fundamental. Aí será mais acessível a recolha de informações.

ACTUAÇÃO GERAL

  • Exame geral da vítima e do local (cuidado com a exposição aérea de gás, arejar o local)
  • Recolha de informações, obtendo respostas às seguintes questões:

QUEM? (sexo, idade, peso, sintomatologia, factores agravantes da vítima)

O QUÊ? (qual o tóxico)

COMO? (qual a via)

QUANTO? (qual a quantidade)

QUANDO? (há quanto tempo)

  • Contactar Centro de Informações AntiVenenos (CIAV) [ 808 250 143 ]

ACTUAÇÃO ESPECÍFICA

Via Cutânea:

  • Lavar abundantemente com água corrente e sabão durante cerca de 20-30 minutos
  • Retirar roupas contaminadas
  • O socorrista deve usar luvas e, eventualmente, máscara

Via Ocular:

  • Lavar abundantemente com água corrente ou soro fisiológico, do canto lacrimal (interno) para o canto temporal (externo)

Via Inalatória:

  • Eliminar a fonte do tóxico, arejando e retirando a vítima do local contaminado

Via Circulatória Directa:

  • Arrefecer localmente
  • Manter a imobilidade da vítima

~ por Fran em Novembro 13, 2008.

3 Respostas to “Envenenamento/Intoxicação”

  1. Olá,tudo bem???Hoje vou apresentar um seminário e estou pesquisando muito a respeito de evenamento e intoxicações…mas quero algo mais completo do que isso que vcs estão passando no blog quero algo que possa ser fácil e mais completo…para apresentação ser bem inteira.Agradeço do mesmo jeito…obrigada!

  2. Aqui tem:

    » http://www.josedemellosaude.pt/resources/unidades/Sagies/intoxicacao_sagies.pdf

    » http://www.virtual.unifesp.br/cursos/ps/restrito/intoxicacao.pdf

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: