Acidente Vascular Cerebral

Como resultado de perturbações da circulação do sangue oxigenado nas estruturas encefálicas (cérebro, cerebelo e tronco cerebral), estas entram em sofrimento decorrente da isquémia a que vão estar sujeitas, sendo a situação tanto mais grave quanto mais extensa for a área afectada. Genericamente, estas situações designam-se por Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC).

Os AVCs resultam da diminuição ou ausência do fluxo de sangue e, consequentemente, de oxigénio ao nível dos tecidos das estruturas encefálicas.

ISQUÉMICOS

Acidente Isquémico Transitório (AIT) resulta da diminuição transitória de fluxo sanguíneo ao nível de tecidos encefálicos devido à formação de placas de ateroma (aterosclerose), associada a variações de pressão arterial de causa diversa.

Trombose surge em consequência da diminuição progressiva do fluxo de sangue numa determinada região encefálica até à interrupção completa deste fluxo devido à obstrução de um vaso por um trombo. Está também associada a diminuições bruscas e prolongadas de tensão arterial num sistema vascular muito alterado. [ler mais]

Embolia resulta da interrupção do fluxo de sangue numa determinada região do encéfalo devido à obstrução de um vaso por um êmbolo. Este êmbolo pode ter constituição variada sendo, habitualmente, resultado da propagação a partir de um trombo situado a montante da obstrução.

HEMORRÁGICOS

Hemorragia Cerebral é uma interrupção do fluxo de sangue numa determinada região do encéfalo devido à ruptura de um vaso sanguíneo com a consequente acumulação de sangue no tecido cerebral ou nos espaços ventriculares, originando edema (inchaço) dos tecidos e aumento de tensão sobre as meninges.

Sinais e Sintomas

  • Perda brusca do conhecimento (lentidão a pensar)
  • Compromisso motor traduzido na descoordenação, no descontrolo ou mesmo incapacidade de realização de movimentos, como por exemplo a marcha
  • Cefaleias (dores de cabeça) fortes (muito características da hemorragia cerebral)
  • Agitação e ansiedade
  • Dificuldade na articulação das palavras
  • Anisocória (pupilas com diâmetros diferentes, estando mais dilatada a do lado da lesão)
  • Paralisia facial (repuxamento da comissura labial)
  • Incontinência de esfincteres (fezes e urina)
  • Insensibilidade aos estímulos tácteis
  • Palidez
  • Sudorese

Primeiro Socorro

  • Reduzir a tensão emocional (manter o ambiente tranquilo, afastar os familiares, incutir confiança)
  • Promover o estímulo verbal
  • Manter a via aérea permeável
  • Desapertar as roupas a nível do pescoço, tórax e abdómen
  • Colocar a vítima numa posição confortável de acordo com o seu grau de consciência
  • Manter a temperatura corporal
  • Vigiar as funções vitais
  • Promover o transporte ao hospital

~ por Fran em Novembro 22, 2008.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: