Obstrução da Via Aérea na Criança/Bebé

Na criança/bebé as obstruções da via aérea são mais frequentes do que no adulto e a sua causa está relacionada com todo o tipo de objectos – brinquedos ou alimentos.

Quando há uma obstrução da via aérea por um objecto, a criança/bebé começa a tossir numa tentativa de expelir o objecto. A tosse espontânea parece ser mais eficaz do que qualquer outra manobra. Neste sentido, a criança deve ser estimulada a tossir.

Quando a tosse é ineficaz, ou a criança/bebé não consegue mesmo tossir, e o objecto obstruir por completo a via aérea, a criança entra rapidamente em dificuldade ventilatória e é necessária uma intervenção mais activa.

O que fazer?

Se a criança está a tossir de forma eficaz, encorajá-la a tossir e não executar nenhuma manobra. Manter uma avaliação contínua do estado de consciência e da ventilação.

Se a tosse não é eficaz, pedir de imediato ajuda e fazer uma avaliação do estado de consciência da criança/bebé.

Vítima consciente, com obstrução, mas incapaz de tossir:

– 5 pancadas interesapulares. Se não forem eficazes, fazer de seguida:

  • Criança – 5 compressões abdominais.
  • Bebé – 5 compressões torácicas. No bebé não fazer compressões abdominais, pelos riscos envolvidos.

– Continuar com a sequência de 5 pancadas interescapulares seguidas de 5 compressões abdominais (criança) ou 5 compressões torácicas (bebé).

PANCADAS INTERESCAPULARES NA CRIANÇA

1. Colocar a criança de pé, inclinada para a frente ou se possível sobre as pernas do socorrista, com a cabeça mais baixa.

2. Executar até 5 pancadas no meio das costas, entre as omoplatas.

PANCADAS INTERESCAPULARES NO BEBÉ

1. Colocar o bebé em decúbito ventral (barriga para baixo) com a cabeça mais baixa.

2. Apoiar  o bebé no antebraço ou sobre as pernas.

3. Apoiar o maxilar inferior do bebé com uma mão entre o polegar e os dedos indicador e médio, evitando os tecidos moles.

4. Executar até 5 pancadas no meio das costas, entre as omoplatas.

COMPRESSÕES ABDOMINAIS (APENAS NA CRIANÇA)

1. O socorrista fica de pé ou de joelhos por trás da criança e coloca os braços por debaixo dos braços da criança, envolvendo o tronco.

2. Com uma das mãos fechadas, coloca-a entre o apêndice xifóide e o umbigo.

3. Colocar a outra mão sobre a primeira e faz a compressão para dentro e para cima.

Na vítima inconciente com obstrução da via aérea:

Perante uma vítima com obstrução da via aérea, que ficou inconsciente ou já foi encontrada inconsciente, colocá-la numa superfície dura e plana e pedir ajuda, sem abandonar a vítima.

Se estiver só, iniciar as manobras durante um minuto e depois abandonar a vítima para fazer o alerta, se ainda estiver só.

Abrir a boca e tentar visualizar algum objecto, se o visualizar, fazer uma tentativa única de o remover com os dedos. Não tentar remover o que não vê ou repetir a técnica.

Abrir a via aérea através da extensão da cabeça e elevação do maxilar inferior e executar 5 insuflações. Se não houver resposta (movimento, tosse, ventilação espontânea) iniciar de imediato as compressões torácicas, sem qualquer outro tipo de avaliação da circulação.

Quando voltar a abrir a via aérea para nova série de insuflações, veja se visualiza algum objecto estranho na boca e, nesse caso, tente removê-lo com uma única tentativa.

Se a obstrução foi resolvida, faça nova avaliação da ventilação. Se não ventilar de forma eficaz, continue com as insuflações.

Se a vítima recuperar a consciência e exibir uma ventilação espontânea eficaz, coloque-a em Posição Lateral de Segurança (PLS).

~ por Fran em Dezembro 22, 2008.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: